Artículos de opinión

Feminismo campesino

Brigitte Baptiste

Martes, 26 Septiembre 2017

Tipnis = Agua

ELIZABETH VARGAS SOLÁ

Domingo, 17 Septiembre 2017

Envíe su artículo

Posts @IPDRS

Segundo relatos das comunidades locais, a Polícia Militar Ambiental de Januária e seis capangas encapuzados da Fazenda Esmeralda invadiram ontem (10) uma área da comunidade Vazanteira Esmeralda localizada em área da União – área de LMEO, em Itacarambi. Área que deve cumprir a função sócio-ambiental.

Segundo relatos, os PM’s estavam em uma caminhonete Ranger, viatura da Polícia Militar Ambiental, ainda o grupo levou um trator. Destruíram a comunidade – barracos e os pertences da comunidade – um ataque à vida das 16 famílias Vazanteiras. Cortaram 1.500 m de cerca que foi colocada pelas próprias famílias e roubaram o arame. Passaram máquina nas roças destruindo o pouco cultivado e ainda roubaram uma carroça de um dos moradores.

Jornalistas, estudantes e outros com até 35 anos podem participar deste concurso.

Instituto para o Desenvolvimento Rural na América do Sul (IPDRS) convida fotografias e artigos em espanhol ou português para seu concurso anual "Alimentos e pensamentos, sempre na agenda". O tema deste ano é "Agricultura Resiliente ao Clima".

Os trabalhos devem estimular o desenvolvimento sustentável de produtores rurais e indígenas na América do Sul. As matérias devem fornecer elementos teóricos e experiências de sistemas práticos e produtivos que garantam uma alimentação saudável e cuidado ambiental.

Técnica, que possibilita retirada rápida de vegetação, era considerada crime. Para o Ibama, uso é agressivo à natureza e coloca em risco animais e plantas.

A utilização de correntes presas por tratores, conhecido como 'correntão', foi autorizada através da revogação de um artigo pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) no último mês. A técnica, que possibilita a retirada rápida de vegetação nativa, era considerada crime ambiental por lei. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) em 7 de julho.

Entidades de defesa ao meio ambiente declararam que vão se manifestar contra a mudança na lei. Segundo produtores, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente (Sema) já havia manifestado a intenção de anular o artigo e permitir o correntão, mas a ALMT acabou votando o assunto antes.

El aumento de temperatura en 0.75 grados centígrados en los últimos cien años a causa de la contaminación, provocó la desaparición de una de las cordilleras peruanas y amenaza con extinguir a cinco más de los 19 que restan en los siguientes 15 o 20 años.

Así lo advirtió el ingeniero Nelson Santillán de la Dirección de Conservación y Planeamiento de Recursos Hídricos de la Autoridad Nacional del Agua (ANA).

La primera víctima del cambio climático fue El Barroso situado en la sierra de Tacna y que en 1970 ya no contaba con hielo en sus picos; sin embargo no se conoce el tamaño de su superficie debido a que a la fecha no se encuentran registros históricos de este glaciar.

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados discutirá amanhã (2) crescimento da violência no campo e as políticas públicas adotadas para combater o problema. Em entrevista à Agência Câmara, o deputado e ex-ministro do Desenvolvimento Agrário no governo Dilma Patrus Ananias (PT-MG), um dos parlamentares que pediu a realização do debate, afirma que em 2015, houve 1.217 conflitos no campo envolvendo mais 816 mil pessoas.

“Foram 50 casos de assassinatos, ante 36 casos em 2014. De 2001 até junho de 2016, conforme dados da Ouvidoria Agrária do extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário, ocorreram 220 homicídios decorrentes de conflitos, além de 584 homicídios não decorrentes de conflitos e 194 homicídios em investigações, totalizando 998 mortes neste período”, diz o parlamentar.