Posts @IPDRS

Cerca de 1.300 famílias Sem Terra ocuparam a fazenda Milano, que fica localizada a aproximadamente 80km de Santa Maria da Boa Vista, região Sertão do São Francisco do estado, neste domingo (13/10).

A fazenda possui 1.584 hectares e é controlada por José Gualberto de Freitas Almeida, que responde a processos por sonegação de impostos.

O Tribunal Regional do Trabalho constatou a empresa do latifundiário como devedora e deverá responder pela execução das dívidas fiscais decorrentes da infração da legislação de proteção ao trabalho.

Desde 2009, a fazenda de José Gualberto passa por ameaças de leilão, que beneficiará a União. O imóvel tem uma dívida de aproximadamente R$ 400 mil com o TRT.

Segundo Adailton Cardoso, da direção estadual do MST, a fazenda é uma área falida. A fazenda fica entre vários assentamentos conquistados pelos trabalhadores. Assentados e lideranças do MST na região sofriam ameaças de seguranças privados da fazenda.

"Centenas de trabalhadores ainda continuam Sem Terra na região. As terras improdutivas da Milano são fundamentais para potencializar a produção de alimentos saudáveis para a região e também todo o estado de Pernambuco", afirma o dirigente.

"Foram criados assentamentos no município de Santa Maria da Boa Vista e a produção de alimentos triplicou na região São Francisco do estado", diz.

A direção estadual do MST pretende massificar a ocupação e chegar a 3.000 famílias acampadas na fazenda Milano.

Escribir un comentario


Código de seguridad
Refescar